Colonos israelenses arrancam 500 oliveiras em distrito de Nablus

Jerusalém, 10 ago (EFE).- Colonos israelenses arrancaram nesta quarta-feira cerca de 500 oliveiras em uma região do distrito de Nablus, no território ocupado da Cisjordânia, segundo uma denúncia publicada pela agência palestina "Maan".

Duas escavadeiras dos assentamentos judaicos de Nefih Hananiah e Rachelim entraram em terras palestinas e arrasaram 3.500 metros quadrados de campo de oliveiras na aldeia de Iskaka.

A ação foi realizada sob a proteção do Exército israelense, segundo o ativista local palestino Khaled Maali, acusação que não pôde ser confirmada nem desmentida pelo Exército.

Abd al Kader Abu Hakme, prefeito de Iskaka, disse que os moradores do povoado foram surpreendidos pela entrada do comboio israelense, cujos membros alegaram que as oliveiras estavam em terras públicas que o Estado israelense confiscou.

Maali acrescentou que a erradicação de oliveiras e de cultivos em outras terras cresceu consideravelmente, especialmente ao redor da área de Salfit, e segundo sua opinião para a expansão de 24 assentamentos judaicos que há na região.

Iskaka tem sofido há décadas o confisco de 5% de suas terras durante a construção das colônias de Ariel e Rachelim.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos