França reforça segurança nas escolas diante de ameaça terrorista

Paris, 10 ago (EFE).- O governo da França disse nesta quarta-feira que os recentes atentados jihadistas no país e o nível da ameaça terrorista exigem o reforço do dispositivo de segurança nas escolas com medidas que entrarão em vigor em setembro, com o começo das aulas.

A circular enviada aos reitores e governadores regionais (delegados do governo) pelos ministros do Interior, Bernard Cazeneuve, e de Educação, Najat Vallaud-Belkacem, contempla, entre outras coisas, a organização de três simulacros, um deles de atentado, ao longo do ano letivo.

O alarme para este tipo de situação, segundo a nota, deverá ser audível e diferente do de incêndio.

As autoridades exigem que se preste uma atenção particular nos arredores das escolas para reforçar a vigilância na via pública e evitar qualquer aglomeração "prejudicial para a segurança dos alunos".

O escrito reivindica também que os "espaços particularmente vulneráveis" dentro das escolas sejam analisados para saber se precisam de obras de adequação, e solicita que estejam prontas antes do início do curso as células acadêmicas de gestão de crise.

O dispositivo inclui sensibilizar os alunos sobre gestos que poderiam salvar suas vidas e oferecer aos delegados de cada classe formação em primeiros socorros, para melhorar a reação.

O governo lembra que se deve prestar atenção especial aos alunos que se acredita que entraram em processo de radicalização, e ressalta que os diretores de cada escola devem estar informados das situações "mais delicadas", para examinar as condições de escolarização e o acompanhamento desses jovens.

As medidas previstas, que serão explicadas no próximo dia 24 em entrevista coletiva, estabelecem que os pais dos alunos também estejam a par das medidas de segurança adotadas, às quais o governo assegura que dá "prioridade absoluta".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos