Itália dissolve 4 prefeituras por seus vínculos com a máfia

Roma, 10 ago (EFE).- O Conselho de Ministros da Itália decidiu nesta quarta-feira dissolver quatro prefeituras do país devido à infiltração do crime organizado em seus órgãos de administração pública, informou o governo em comunicado.

Os quatro municípios dissolvidos se encontram no sul do país e são Corleone, em Palermo (Sicília); Tropea, em Vibo Valentia (Calábria); Bovalino (Reggio Calabria) e Arzano (Nápoles).

A decisão foi tomada pelo Conselho de Ministros após meses de investigações por parte das autoridades do país que revelaram a suposta infiltração de organizações mafiosas no controle e gestão dessas prefeituras.

Os quatro municípios pertencem a zonas tradicionalmente ligadas à máfia: a organização Cosa Nostra é conhecida por operar na Sicília, enquanto Nápoles esteve tradicionalmente dominada pela Camorra e a 'Ndrangheta na região da Calábria.

Dos municípios dissolvidos, Corleone é conhecido principalmente por ser o berço de chefes históricos da máfia como o já falecido Bernardo Provenzano e Salvatore "Toto" Riina, que atualmente cumpre pena de prisão perpétua por mais de 100 homicídios.

O município também foi o lugar escolhido no romance "O Poderoso Chefão", de Mario Puzo, como o local de nascimento do famoso mafioso Don Vito Corleone.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos