Justiça ordena prisão de ex-ministro dominicano por compra de Super Tucanos

Santo Domingo, 10 ago (EFE).- Autoridades da República Dominicana ditaram uma ordem de detenção contra o ex-ministro de Defesa do país, Pedro Rafael Peña, por seu envolvimento com supostas irregularidades cometidas durante a compra de aviões brasileiros Super Tucano.

Brasil e República Dominicana averiguam há três anos os pormenores e detalhes da compra por parte do Estado dominicano de oito aviões tipo Super Tucano da Embraer, em 2008, na qual supostamente aconteceram subornos.

O juiz coordenador dos Tribunais de Instrução do Distrito Nacional, José Alejandro Vargas, ditou a ordem se acolhendo em uma solicitação da Procuradoria Especializada de Perseguição da Corrupção Administrativas (Pepca).

Além da solicitação e obtenção da ordem de detenção contra o general e ex-ministro de Defesa (2008-2010), também foi ditada outra contra o coronel da Força Aérea Dominicana (FAD), Carlos Ramón Piccini, e contra os empresários Daniel Aquino Hernández e Daniel Aquino Méndez.

A diretora da Pepca, Laura Guerrero, informou que também estão sendo investigados vários legisladores e algumas empresas inscritas em um paraíso fiscal, sem precisar os nomes dos investigados ou sua filiação política.

O general reformado, assim como o coronel, já enviou uma comunicação ao Pepca informando que não se apresentará perante o Ministério Público, informaram fontes judiciais.

Os aviões foram adquiridos então com empréstimos de US$ 93,7 milhões, aprovados pelo Congresso Nacional dominicano, depois que as forças armadas salientaram a necessidade de comprar as aeronaves. EFE

co/rsd

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos