Soldados morrem após ataque da guerrilha curda no sudeste da Turquia

Istambul, 10 ago (EFE).- Três soldados turcos foram mortos nesta quarta-feira e dez ficaram feridos em um ataque do Partido de Trabalhadores de Curdistão (PKK), a guerrilha curda, na província de Sirnak, fronteira com o Iraque.

Uma bomba caseira colocada em uma estrada do município de Beytüssebab explodiu durante a passagem de um blindado militar, segundo informou a chefia do Estado-Maior da Turquia em comunicado, citado pelo jornal "Hürriyet".

O ataque aconteceu por volta das 7h30 (hora local) quando a patrulha se dirigia para a passagem da fronteira de Habur, que liga a Turquia com o Iraque.

Depois de detonar o explosivo, os guerrilheiros dispararam contra o veículo.

Foram registradas, inclusive, disparos com lança-granadas efetuados a partir do território iraquiano, afirma o comunicado militar.

O lugar do ataque fica perto da região montanhosa de Uludere, onde um bombardeio aéreo turco em 2011 acabou com a vida de 34 contrabandistas curdos, supostamente ao confundi-los com guerrilheiros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos