Três mortos no grave incêndio que castiga capital da Ilha da Madeira

Lisboa, 10 ago (EFE).- Pelo menos três pessoas morreram no incêndio que atinge a Ilha da Madeira, em Portugal, e que provocou o despejo de mil desabrigados, confirmou o governo regional do arquipélago português.

Outra pessoa permanece desaparecida após os incêndios devastadores da última segunda-feira e que durante a noite passada avançaram até o centro histórico de Funchal, onde vários imóveis foram queimados.

As chamas se espalharam nas últimas horas pelo efeito do vento e do calor, até aproximar da capital histórica da Baixa da capital , onde as tropas de bombeiros e soldados, alguns deles enviados de Lisboa, trabalham para conter o avanço do fogo, ajudados pelos moradores e vários voluntários.

O aeroporto de Funchal, um dos mais movimentados de Portugal, chegou a cancelar diversos voos. Além do da Madeira, a Autoridade Nacional de Defesa Civil (ANPC) informou hoje que em Portugal continuam ativos doze grandes incêndios, todos eles no centro-norte do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos