Agentes buscam por cadela policial ferida durante tiroteio nos Estados Unidos

Washington, 11 ago (EFE).- Equipes de emergência buscam por uma cadela policial que ficou ferida em um tiroteio no qual também um agente acabou morrendo nesta nesta quarta-feira em Arkansas, nos Estados Unidos.

A cadela "Kina", da Polícia de Greenwood (Arkansas), ficou ferida após ser baleada quando acompanhava a seu companheiro, o agente Dennis Wisner, a uma briga familiar com pessoas armadas em uma casa na região.

Billy Jones, o suposto autor dos disparos, chegou na casa de sua família na busca de umas ferramentas e terminou por brigar com seu pai, de acordo com a versão da imprensa local.

Quando chegaram os policiais, Jones, de 35 anos, começou a atirar, causando a morte de Bill Cooper, um agente do Xerife, e ferimentos leves em outro policial.

Foi durante esse tiroteio quando "Kina", que se encontrava no interior de uma viatura, também ficou ferida e fugiu sem que ninguém pudesse detê-la.

Equipes de emergência formados por policiais e bombeiros rastrearam sem sucesso a região durante a tarde de quarta-feira na busca por "Kina". Os trabalhos de busca serão retomados nesta quinta.

Jones, por sua vez, se rendeu após quatro horas e será processado pela morte de Cooper.

"Com as informações que temos, parece que este ele estava esperando nossa chegada. Parece que tinha toda a intenção de nos atacar", disse um porta-voz policial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos