Bombardeiros estratégicos russos atacam posições jihadistas na Síria

Moscou, 11 ago (EFE).- Seis bombardeiros estratégicos Tu-22M3 das Forças Aeroespaciais da Rússia atacaram nesta quinta-feira posições do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) nos arredores da cidade síria de Al Raqqa, informou o Ministério de Defesa russo.

"Foram destruídos um grande arsenal de armas, munição e combustíveis perto da cidade de Al Raqqa; uma fábrica de munição para armas químicas no noroeste da cidade, e um grande acampamento de treino de terroristas", afirma um comunicado do ministério russo.

Os bombardeiros russos voltaram para sua base após completar com sucesso sua missão.

Este foi o segundo ataque da aviação estratégica nos últimos três dias.

A Rússia, que está envolvida no conflito sírio em apoio do regime de Damasco, não tinha recorria a estes aviões desde o ano passado, até que os jihadistas derrubaram um helicóptero Mi-25 russo perto de Palmira, com dois tripulantes a bordo.

Os ataques desta semana também ocorreu semanas depois da queda de outro helicóptero russo na Síria, um Mi-8 com cinco militares a bordo, derrubado no dia 1º deste mês na província de Idlib.

Os cinco ocupantes do helicóptero, que segundo o governo russo voava em uma missão humanitária, morreram no ataque.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos