Nova York disporá de quartos públicos para mães lactantes

Nova York, 11 ago (EFE).- O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, ratificou nesta quinta-feira uma lei que obrigará que determinadas agências públicas da cidade tenham um quarto para que as mães possam amamentar em privado seus bebês.

De acordo com a nova legislação, os edifícios das agências dos departamentos de Saúde, de Serviços às Crianças e de Serviços Sociais devem ter um quarto disponível, separado do banheiro, para que as mães possam amamentar seus bebês com privacidade.

O quarto deve ter um assento, tomada de corrente elétrica e acesso próximo à água, assim como estar convenientemente sinalizado.

"Este é um projeto sobre justiça, acesso e saúde e leva à cidade um passo adiante para ser um lugar onde as mães se sintam cômodas amamentando quando e onde seja", afirmou De Blasio.

Em Nova York, as mulheres podem amamentar seus filhos em qualquer lugar, apesar de alguns estabelecimentos privados restringirem o direito, o que ocasionou algumas queixas.

Na semana passada, o Conselho da Cidade deu sinal verde ao projeto, que foi recebido com beneplácito pelas mães, que se reuniram na Prefeitura para celebrá-lo, e só faltava para sua aprovação final a ratificação de De Blasio.

A diretora do Departamento de Saúde do Prefeitura, Mary T. Bassett, lembrou que o leite materno "é perfeito, feito à medida para alimentar um bebê e todas as mães devem ser apoiadas a amamentar".

Bassett destacou que a agência que dirige será a responsável por vigiar que sejam eliminadas as barreiras que impeçam uma mãe de amamentar quando e onde for.

"Cada mãe merece o direito básico de amamentar seu bebê em privado, em um lugar seguro e conveniente. Fornecer estes quartos é um passo para promover famílias saudáveis", disse Gladys Carrión, diretora da Administração de Serviços às Crianças.

Em comunicado, o departamento de Saúde da cidade lembrou que amamentar tem "inúmeros benefícios para as crianças" como baixos índices de problemas respiratórios e infecções de ouvidos e reduz os riscos de doenças cardiovasculares e câncer nas mulheres que dão o peito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos