Papa almoça com refugiados sírios no Vaticano

Cidade do Vaticano, 11 ago (EFE).- O papa Francisco convidou 21 refugiados sírios, que foram levados à Itália depois que ele os visitou na Ilha de Lesbos em abril, para um almoço nesta quinta-feira em sua residência no Vaticano, a Casa Santa Marta.

De acordo com o novo porta-voz do Vaticano, Greg Burke, os convidados foram famílias que recebem assistência da Comunidade Santo Egídio, em Roma. O pontífice almoçou com o grupo e conversou sobre "o início da nova vida na Itália".

Em agradecimento, Francisco recebeu desenhos feitos pelas crianças e elas receberam dele alguns brinquedos.

No encontro também estiveram presentes o substituto da Secretaria de Estado, o arcebispo Angelo Becciu, o fundador da Comunidade Santo Egídio, Andrea Riccardi, o comandante do corpo da Gendarmaria, Domenico Giani, e dois gendarmes que colaboraram na mudança das famílias de Lesbos à Itália.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos