Forças iraquianas matam 60 terroristas e libertam dois povoados

Mossul (Iraque), 15 ago (EFE).- As forças iraquianas, com apoio da aviação da coalizão internacional, libertaram nesta segunda-feira dois povoados situados ao sul da cidade de Mossul e mataram 60 combatentes do grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

Segundo informou à Agência Efe o comandante das operações militares na província de Ninawa, cuja capital é Mossul, o general Naym al Jabouri, as tropas tomaram o controle também da ponte de Al Qayara, que está a menos de um quilômetro e meio de distância de uma posição do EI.

Os povoados libertados são Al Yauana e Al Hauasem, na região de Al Qayara, 55 quilômetros ao sul de Mossul, detalhou Al Jabouri, que explicou que as tropas pretendem recuperar duas populações a mais para se aproximar do centro de Al Qayara.

O grupo terrorista provocou incêndios com combustível para desorientar a aviação da coalizão internacional, mas não alcançou seu objetivo, segundo o general.

A aviação de guerra e as forças especiais iraquianas antiterroristas conseguiram, além disso, destruir dez veículos carregados de explosivos e conduzidos por suicidas.

Em 9 de agosto, as Forças Armadas iraquianas se declararam dispostas a libertar Mossul, último reduto do EI no Iraque, por isso que fazem os preparativos dessa operação.

Esta é a segunda cidade do país e se encontra sob as mãos dos extremistas desde junho de 2014, quando o EI conquistou amplas zonas do norte e do centro do Iraque.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos