Hillary pedirá a Biden que siga com plano contra o câncer se vencer eleições

Washington, 15 ago (EFE).- A candidata do Partido Democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, adiantou nesta segunda-feira que, se ganhar as eleições de novembro, pedirá ao atual vice-presidente do país, Joseph Biden, que continue promovendo a campanha que ele lidera atualmente para derrotar o câncer.

Hillary e Biden realizaram seu primeiro evento de campanha juntos em Scranton, na Pensilvânia, a cidade natal do vice-presidente e também do pai da ex-secretária de Estado, Hugh Rodham.

"Se eu for escolhida (nas eleições), vou pedir a Joe que continue o grande trabalho que começou para nos ajudar a combater e derrotar o câncer", declarou Hillary no início de seu comício ao lado do vice-presidente.

Joe Biden lidera desde o início deste ano um grupo de trabalho que conta com um orçamento inicial de US$ 1 bilhão e cujo objetivo é obter recursos públicos e privados para a pesquisa sobre o câncer.

Biden transformou a luta contra o câncer em uma prioridade pessoal desde que perdeu seu filho Beau, de 46 anos, em maio de 2015, devido a um tumor cerebral.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos