Israel destrói imóvel de palestino que matou adolescente israelense

Jerusalém, 15 ago (EFE).- Forças militares e policiais israelenses destruíram nesta segunda-feira a casa de um jovem palestino do distrito de Hebron que matou em junho passado uma adolescente israelense da colônia vizinha de Kiryat Arba enquanto dormia, informou o serviço de notícias "Ynet".

Soldados do Exército e da Polícia de Fronteiras entraram esta madrugada na aldeia palestina de Bani Naeem, no território ocupado da Cisjordânia, e em uma explosão controlada destruíram a casa da família de Muhamad Tarira, de 17 anos.

A demolição, primeiro com maquinaria de construção e depois com uma explosão que conseguiu destruir o primeiro andar de um prédio de dois, foi acompanhada de violentos protestos por parte de dezenas de jovens da aldeia, que saíram de suas casas e jogaram pedras e coquetéis molotov nos militares israelenses.

Tarira é o jovem que matou a adolescente Halel Yafe Ariel, de 13 anos, quando entrou em seu quarto e lhe deu várias punhaladas.

O agressor palestino morreu abatido por uma patrulha de vigilância da colônia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos