Parlamento iraquiano aceita candidatura de cinco novos ministros

Bagdá, 15 ago (EFE).- O parlamento iraquiano aprovou nesta segunda-feira cinco candidaturas a ministros, entre eles o de Petróleo, propostos pelo chefe de governo, Haider al Abadi, que não designou no entanto ninguém para a pasta do Interior.

Em sua sessão de hoje, transmitida pela televisão oficial "Al-Iraquiya", os parlamentares cobriram assim alguns dos postos vagos desde julho no Executivo, embora rejeitaram um sexto candidato que devia assumir o Ministério de Comércio.

Os novos ministros, que já juraram seus cargos, são Yabar al Luaibi (Petróleo); Khadhem Finyan (Transporte); Ali Abdelrazeq al Aisa (Educação Superior); Hassan al-Janabi (Recursos Hídricos); e An Nafa (Habitação).

Uma pasta que se mantém vazia é a de Interior, mas o primeiro-ministro não apresentou hoje nenhum candidato para substituir Mohammed al Capote, que renunciou no começo de julho depois do grande atentado que deixou cerca de 300 mortos em Bagdá.

Al Abadi aceitou sua renúncia e a de outros cinco ministros em 19 de julho, embora não tenha oferecido mais detalhes sobre o motivo das saídas.

Esta remodelação ministerial ocorre quatro meses depois que Al Abadi apresentou em abril perante o parlamento um novo gabinete, supostamente integrado por tecnocratas.

As forças políticas opositoras, sobretudo a corrente liderada pelo clérigo xiita Moqtada al-Sadr, pressionaram Al Abadi para que realize amplas reformas políticas para acabar com a corrupção e o sectarismo no seio das instituições, e para melhorar a eficiência do governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos