Um americano está entre os mortos em terremoto no sul do Peru

Lima, 15 ago (EFE).- Um cidadão americano está entre as vítimas do terremoto de magnitude 5,3 na escala Richter que sacudiu durante a noite de domingo a província de Caylloma, na região de Arequipa, no sul do Peru, informou nesta segunda-feira o Instituto Nacional de Defesa Civil (Indeci) do país.

Um boletim do órgão identificou o americano Vaum Ken Edan, de 66 anos, como uma das quatro vítimas mortais reportadas até agora.

De acordo com a informação oficial, o governador do distrito de Yanque informou que o corpo do americano foi encontrado no Hotel Colca Eco Inn, que foi destruído pelo terremoto.

O sismo também vitimou uma mulher de 80 anos, outra de 70 e uma menor de idade.

O levantamento oficial mantém em quatro o número de mortes - mas autoridades regionais indicaram que as fatalidades podem chegar a nove - e acrescentou que o sismo também deixou 52 feridos e afetou cerca de 110 pessoas.

Além disso, 110 imóveis estão inabitáveis e um templo e um hotel foram destruídos.

A governadora regional de Arequipa, Yamila Osorio, afirmou que as informações sobre vítimas e feridos ainda não puderam ser confirmadas devido à distância dos vilarejos atingidos, que estão localizados a mais de 3.400 metros de altitude, e pelos danos causados nas estradas.

O abalo sísmico afetou os distritos de Ichupampa, Chivay, Achoma, Yanque e Coporaque e, segundo o boletim do Indeci, foi registrado às 21h58 locais de domingo (23h58 de Brasília), com seu epicentro a dez quilômetros a sudoeste de Chivay e o hipocentro a oito quilômetros de profundidade.

O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, anunciou que o governo ordenou o envio de ajuda de emergência à região atingida, para onde viajaram o primeiro vice-presidente e ministro dos Transportes e Comunicações, Martín Vizcarra; e o da Defesa, Mariano González.

O Instituto Geofísico do Peru (IGP) relatou em seus boletins oficiais que, antes do sismo mais forte, foram sentidos outros dois tremores, de magnitudes 3,6 e 4, na região, e que depois aconteceram várias réplicas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos