Bombardeios em Aleppo deixam 30 civis e rebeldes mortos

(Atualiza com outros ataques aéreos).

Cairo, 16 ago (EFE).- Pelo menos 19 civis e 12 combatentes rebeldes morreram nesta terça-feira em bombardeios aéreos contra dois bairros da cidade de Aleppo nas mãos das facções opositoras, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

As vítimas civis foram registradas nos distritos de Al Sajur e Al-Bab, no leste da cidade, onde dezenas de pessoas também ficaram feridas. Não se descarta que aumente o número final de falecidos devido à grande quantidade de feridos e de civis que estão desaparecidos sob os escombros. O Observatório não soube dizer se os aviões que realizaram os ataques pertenciam ao Exército da Síria ou à Força da Rússia, aliada do regime de Damasco.

Dezenas de bombardeios atingiram nas últimas horas mais de dez bairros opositores. As principais frentes de batalha de hoje se situam na periferia da zona industrial de Al Ramusa e nos arredores dos bairros de Al Zahra, Al Yaberiya e Al Suleimaniya, no norte, onde se encontra a atual via de abastecimento do regime.

O Observatório também informou que pelo menos nove civis morreram a vida e 12 foram feridos em ataques de aviões de guerra contra a zona Forn, no bairro de Al Omal, da cidade de Deir ez Zor, no leste da Síria. O número de mortes também pode aumentar.

Quase toda a província de Deir ez Zor está em mãos dos jihadistas, exceto alguns bairros da capital e o aeroporto militar, que estão sob o controle das forças governamentais sírias. Esta região é bombardeada frequentemente pelas aviações russa e síria, e pela coalizão internacional, liderada pelos Estados Unidos.

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou hoje que seus bombardeiros estratégicos Tu-22M3 e os Su-34 atacaram hoje posições do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) em Aleppo, Deir ez Zor e Idlib.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos