Bombardeiros russos atacam posições jihadistas na Síria

Moscou, 16 ago (EFE).- Bombardeiros da Rússia posicionados na base aérea iraniana de Hamadan, no oeste do Irã, atacaram nesta terça-feira posições dos jihadistas na Síria, informou o Ministério da Defesa da Rússia.

No ataque aéreo, o primeiro lançado pela Rússia desde o território iraniano, participaram bombardeiros estratégicos Tu-22M3 e bombardeiros Su-34, segundo o comunicado.

Os aviões russos concentraram seus ataques nas províncias de Aleppo, Deir Ez-Zor e Idlib, onde destruíram cinco grandes arsenais, um campo de treinamento, três postos de comandantes, além de um "grande número de guerrilheiros", acrescenta o texto.

Os bombardeiros foram acompanhados em sua missão por caças russos baseados no aeroporto sírio de Khmeimim.

"Todos os aviões russos retornaram a suas bases após o cumprimento bem-sucedido de sua missão", disse um porta-voz de Defesa à agência "Interfax".

O desdobramento dos aviões russos na base de Hamadan permitirá aos bombardeiros, que anteriormente saíam do sul da Rússia, não só reduzir em 60% o tempo de voo rumo a seus alvos, mas também aumentar sua carga de bombas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos