Israel diz que 50 mil palestinos cruzam fronteira sem permissão todos os dias

Jerusalém, 16 ago (EFE).- Ao todo, 50 mil palestinos cruzam diariamente a passagem que liga Cisjordânia e Israel sem os documentos necessários e contornando as barreiras erguidas pelo governo israelense, disse nesta terça-feira o chefe do Estado-Maior israelense, Gadi Eizenkot.

De acordo com o jornal "Ha'aretz", durante um discurso no Knesset - o parlamento israelense -, ele afirmou que 61 mil palestinos cruzam todos os dias a fronteira para trabalhar na construção, outros 40 mil são empregados em zonas industriais e entre 50 mil e 60 mil entram sem permissão. Deles, cerca de 4.300 são detidos anualmente.

"Devemos achar um equilíbrio entre as necessidades da economia palestina e os requisitos de segurança", disse o chefe do Estado-Maior, ressaltando que os palestinos com permissões de trabalho não representaram uma ameaça para a segurança do país durante a última onda de violência.

Perante um comitê de controle parlamentar, Eisenkot pediu a otimização dos processos de liberação de permissão e a melhoria da situação das próprias passagens fronteiriças.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos