Marinha dos EUA batiza navio com nome do ativista gay Harvey Milk

Washington, 16 ago (EFE).- A Marinha dos Estados Unidos batizou um de seus navios nesta terça-feira com o nome de Harvey Milk, o primeiro político abertamente gay da Califórnia, um passo considerado "histórico" em uma corporação da qual, até cinco anos atrás, os homossexuais não podiam participar a não ser que ocultassem sua orientação sexual.

O secretário da Marinha, Ray Mabus, participou hoje de uma cerimônia em San Francisco (Califórnia) para dar a uma embarcação de nova geração o nome do ícone homossexual, imortalizado pelo ator Sean Penn no filme "Milk - A Voz da Igualdade" (2008), segundo informaram veículos de comunicação locais.

Milk, a primeira autoridade eleita abertamente homossexual em um município dos Estados Unidos, serviu na Marinha durante a Guerra da Coreia (1950-1953) a bordo de um submarino de resgate, mas foi substituído em 1955, algo que alguns atribuem a sua orientação sexual.

"Há pouco que chegamos ao ponto em que as pessoas LGBT podem servir abertamente no exército, e que melhor mensagem para isso que esta embarcação? É um grande tributo a um homem cujo objetivo era que as pessoas não tivessem que usar uma máscara", disse Stuart Milk, o sobrinho do ativista, ao jornal "San Francisco Chronicle".

Os homossexuais podem servir abertamente no exército americano desde 2011, quando o Congresso, a pedido de uma resolução da Justiça, pôs fim à política "Don't ask, don't tell" ("Não pergunte, não fale"), implementada durante o governo de Bill Clinton (1993-2001) e que lhes impedia de revelar sua orientação.

Em junho deste ano, os Estados Unidos deram mais um passo nesse caminho ao abrir as portas de seu exército também aos transexuais, que já podem ser recrutados e servir abertamente.

"A cerimônia histórica de hoje representa muito mais que batizar um navio com o nome do lendário Harvey Milk. É uma prova mais do avanço profundo na igualdade LGBT que seguimos fazendo como nação", disse o presidente da organização de direitos dos homossexuais Human Rights Campaign, Chad Griffin, em comunicado.

A decisão, no entanto, irritou alguns conservadores, que sustentam que outros veteranos mereciam mais essa honra e que há dúvidas sobre a verdadeira razão pela qual Milk foi afastado do serviço.

Nascido em 22 de maio de 1930, Milk foi o primeiro vereador de distrito abertamente homossexual da cidade de San Francisco, um cargo que exerceu somente durante 11 meses, até que foi assassinado em novembro de 1978 em um escritório da prefeitura.

Em 2009, o presidente dos EUA, Barack Obama, concedeu postumamente a Milk a Medalha da Liberdade, a principal condecoração civil do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos