Mulheres são multadas em Cannes por usar burquíni

Paris, 16 ago (EFE).- Ao todo, três mulheres já foram multadas por usar burquíni na cidade francesa de Cannes desde que a Justiça validou no sábado o decreto municipal que proíbe o maiô em suas praias, informou o jornal "Nice-Matin" nesta terça-feira.

No próprio sábado, uma mulher de 29 anos foi multada na praia da Croisette. No dia seguinte, uma banhista de 32 foi sancionada em Zamenhoff; e ontem à tarde uma tunisiana de 57 anos sofreu a mesma punição. A multa é de 38 euros (R$ 135), conforme a legislação.

Outras seis mulheres que estavam "muito cobertas", segundo o jornal, foram advertidas, mas algumas optaram por ir embora, enquanto as demais trocaram o traje, de acordo com o chefe da Polícia municipal, Yves Daros.

O "Nice-Matin" indicou que desde que o Tribunal Administrativo de Nice respaldou às autoridades locais em seu veto contra esse maiô islâmico os controles contra a peça aumentaram. O burquíni é uma espécie de burca adaptada para ser usada no mar ou na piscina. A peça é muito usada pelas mulheres praticantes do Islã, já que esconde boa parte do corpo e é, ao mesmo tempo, confortável.

No domingo, o empresário argelino Rachid Nekkaz se ofereceu a pagar as multas que ditadas contra o burquíni com o fundo que criou em 2010, dotado de 1 milhão de euros, para custear infrações por usar em lugares públicos o "niqab" (véu integral que só deixa os olhos descobertos).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos