Rússia declara "indesejável" ONG dirigida pelo republicano John McCain

Moscou, 18 ago (EFE).- A Procuradoria Geral russa declarou nesta quinta-feira "indesejável" o Instituto Internacional Republicano, ONG dirigida pelo senador americano John McCain, conhecido na Rússia por suas azedas críticas ao Kremlin.

Essa ONG "representa uma ameaça para os fundamentos da ordem constitucional e a segurança do Estado russo", informou a Procuradoria em comunicado.

A Procuradoria já informou sobre sua decisão ao Ministério da Justiça para que inclua o IIR na lista de ONGs internacionais "indesejáveis".

O IIR é financiado tanto pelo governo como pelo Congresso americano, além de por organizações e companhias privadas e por particulares.

Nos últimos anos, o Kremlin estreitou o cerco em torno das ONGs financiadas com fundos estrangeiros, às quais catalogou de "agentes estrangeiros".

McCain comparou o presidente russo, Vladimir Putin, com o falecido ditador líbio, Muammar Kadafi, que governou com mão de ferro o país norte-africano durante 42 anos.

Em resposta, Putin afirmou que o senador americano perdeu a cabeça durante os mais de cinco anos que passou em "um buraco" quando foi prisioneiro de Guerra do Vietnã (1967-73).

"Qualquer um teria perdido a cabeça neste caso. McCain foi feito prisioneiro no Vietnã e não esteve em uma prisão, mas o introduziram em um buraco", disse o líder russo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos