Estado australiano investigará supostos abusos a menores em reformatório

Sydney (Austrália), 19 ago (EFE).- A procuradora-geral e ministra da Justiça do estado de Queensland (Austrália), Yvette D'Ath, ordenou nesta sexta-feira uma investigação dos procedimentos governamentais sobre as denúncias de abusos ocorridos em um reformatório juvenil.

A ação de Yvette acontece após a publicação na quinta-feira de vários vídeos gravados pelas câmeras de segurança do centro de detenção juvenil Cleveland, no estado de Queensland, onde foram divulgadas os maus-tratos contra menores internos por parte do pessoal de segurança do local.

Um adolescente com as mãos algemadas e de cabeça para baixo enquanto tem sua roupa tirada ou uma menina que não pode sair de uma piscina por medo de ser atacada por um cachorro que estava com outro segurança, são parte do material publicado pelo canal "ABC".

As autoridades tinham conhecimento dos supostos abusos ocorridos entre 2013 e 2015 já que os vídeos foram coletados junto com relatórios governamentais escritos pelo departamento para a Inspeção de Detenção Juvenil do governo de Queensland.

Os inspetores determinaram em alguns de seus relatórios que houve excessiva aplicação de força que poderia violar as leis e demandou uma investigação interna ao Cleveland sobre os incidentes.

O centro, no entanto, recusou-se a prosseguir com a investigação, afirmando que ele não tem pessoal suficiente.

Yvette D'Ath ordenou a abertura de uma investigação independente como "mecanismo adequado para fazer frente a todas as acusações que aconteceram e as alegações adicionais que podem vir", afirma o "ABC".

A ministra da Justiça disse que a investigação vai ser baseada nas práticas, funcionamento e supervisão das instalações para menores e a previsão é que seja entregue no mês de novembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos