Trump visita áreas inundadas na Louisiana e critica ausência de Obama

Washington, 19 ago (EFE).- O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, percorreu nesta sexta-feira as áreas afetadas pelas graves inundações ocorridas na Louisiana, que deixaram pelo menos 13 mortos e 40 mil casas alagadas, e aproveitou para criticar o presidente Barack Obama por não visitar o estado.

Acompanhado por seu candidato à vice-presidência, Mike Pence, Trump fez uma rápida visita em vários dos bairros danificados em Baton Rouge, capital do estado, e conversou com voluntários e moradores afetados.

O magnata nova-iorquino criticou o fato de o presidente americano, que está de férias na ilha Martha's Vineyard, em Massachusetts, não ter viajado ao estado para demonstrar interesse pela situação dos milhares de desabrigados.

"O presidente disse que não quer vir, está tentando acabar uma partida de golfe", ironizou Trump em encontro com a imprensa após a visita de cerca de três horas, antes de entrar no avião pessoal que o levaria a Michigan, onde participará de um ato de campanha nesta sexta.

"O estado necessita de muita ajuda. O que ocorreu aqui é inacreditável. Ninguém entende quão ruim está. É realmente inacreditável. Portanto estou aqui para ajudar", disse Trump.

A visita foi recebida com ceticismo pelo governador democrata da Louisiana, John Bel Edwards, que afirmou em comunicado que dava "as boas-vindas (a Trump), mas não para tirar uma fotografia".

As fortes chuvas e as inundações já vitimaram 13 pessoas e deixaram milhares de desabrigados, ainda à espera pela redução do volume da água.

Bel Edwards afirmou que pelo menos 70 mil pessoas se inscreveram como afetados pelas inundações para receber ajuda do governo federal.

Grandes extensões do território da Louisiana seguem sob a água e cerca de 40 mil casas estão alagadas, o que lembra, em muito menor escala, o desastre do furacão "Katrina", que destruiu a cidade de Nova Orleans em 2005.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos