Ataque armado em província ao norte do Cairo mata dois policiais

Cairo, 21 ago (EFE).- Pelo menos dois policiais morreram e outras cinco pessoas, entre elas dois civis, ficaram feridas em um ataque armado perpetrado neste sábado por desconhecidos a um posto de controle na província de Manufiya, ao norte do Cairo, informou a agência oficial egípcia de notícias "Mena".

O ataque foi perpetrado contra o posto de vigilância Al Aguizi, no distrito de Al Sadat, em Manufiya, no delta do rio Nilo.

Os feridos, entre os quais estão três policiais e dois civis, foram transferidos em ambulâncias ao Hospital Central Al Sadat.

Os ataques contra membros das forças de segurança e Forças Armadas se intensificaram desde a destituição militar em 3 de julho de 2013 do presidente islamita, Mohammed Mursi.

Desde então, grupos armados radicais ficaram fortes no norte da Península do Sinai, incluído o Wilayat Sina (Província do Sinai), a filial egípcia da organização terrorista Estado Islâmico.

Os extremistas também assassinaram e sequestraram civis em Al Arish -capital da província do Norte do Sinai- e seus arredores, próxima à fronteira egípcia com a Faixa de Gaza.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos