EUA condenam "bárbaro e covarde atentado" em casamento curdo na Turquia

Washington, 21 ago (EFE).- O governo americano condenou neste domingo o "bárbaro e covarde" ataque terrorista de ontem em um casamento curdo em Gaziantep, sudeste da Turquia, e afirmou que o vice-presidente Joseph Biden tratará a luta conjunta contra "a praga do terrorismo" na sua visita desta semana a Ancara.

"Os Estados Unidos condenam nos termos mais contundentes possíveis o ataque terrorista de ontem em Gaziantep", indicou Ned Price, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, em comunicado .

"Os autores deste bárbaro ato atentaram cínica e covardemente em um casamento, deixando muitos mortos, assim como vários feridos", acrescentou Price.

O funcionário americano ressaltou que "nos mantemos junto à Turquia defendendo a democracia diante de todas as formas de terrorismo".

Neste sentido, Price ressaltou que a visita de Biden a Ancara na próxima quarta-feira servirá para "reafirmar nosso compromisso de trabalhar conjuntamente com a Turquia, nosso apreciado parceiro e aliado da Otan, para enfrentar a praga do terrorismo".

O saldo atual de vítimas é de 51 mortos e pelo menos 94 feridos, dos quais 69 seguem internados nos hospitais da cidade, 17 deles em estado grave, segundo as autoridades turcas.

O massacre, atribuído hoje ao jihadista Estado Islâmico (EI), foi cometido por um adolescente de 12 a 14 anos que "se explodiu" em uma rua da cidade onde era realizado o casamento, afirmou hoje perante a imprensa o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos