Chuvas na Índia deixam 21 mortos e forçam evacução de 15 mil pessoas

Nova Délhi, 22 ago (EFE).- Pelo menos 21 pessoas morreram e mas de 15 mil foram evacuadas em vários estados do norte da Índia como consequência das forte precipitações registradas durante o fim de semana passado, informaram nesta segunda-feira diferentes fontes oficiais.

O estado mais prejudicado foi o de Madhya Pradesh que tem cerca de 50% de seu território afetado pelas inundações, que afetaram imóveis, cultivos e estradas, indicou à Agência Efe o Diretor-geral da Polícia, M.S. Gupta.

Gupta acrescentou que de acordo com os últimos dados, 17 pessoas morreram no estado desde sexta-feira passada.

O policial explicou que, além disso, mais de 6 mil foram evacuadas, 4 mil delas em operações de resgate devido à situação "precária e de risco" na qual se encontravam, um número que eleva a 15 mil os resgatados nesta temporada de monção, que começou em junho.

Aos mortos de Madhya Pradesh é preciso somar os do estado Bihar, onde ocorreram três falecimentos no sábado, segundo a Autoridade Nacional de Gestão de Desastres, que também confirmou um morto em Uttar Pradesh através dos portais de informação desses territórios.

Por sua vez, um porta-voz da Força Nacional de Resposta de Desastres (NDRF) confirmou à Agência Efe que em Bihar foram evacuadas 6.994 pessoas; 875, em Uttar Pradesh, e 1.499, em Assam.

Também no Rajastão, no noroeste, deveram deixar suas casas meia centena de pessoas.

Na Índia, as inundações são frequentes durante a época da monção, entre junho e setembro.

Mais de 500 pessoas morreram em toda a Índia desde o começo da monção deste ano, que atinge especialmente ao nordeste do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos