Polícia do Marrocos prende homem que estuprou mais de 40 mulheres

Rabat, 22 ago (EFE).- Um homem de 45 anos foi preso em Agadir, no sul do Marrocos, acusado de ter estuprado mais de 40 mulheres e filmado os abusos com o objetivo de chantagear as vítimas para garantir o silêncio das mesmas, informou nesta segunda-feira o jornal "Asabah".

O homem foi detido pela Polícia Judiciária na última quinta-feira por ordem da promotoria, após as denúncias de três supostas vítimas, e foi apresentado perante o juiz, que ainda não fixou a data do julgamento.

Segundo a confissão a qual o jornal marroquino teve acesso, o homem admitiu que sempre agia com o mesmo 'modus operandi': raptava suas vítimas, as roubava, as estuprava e as filmava nuas e em posturas obscenas com seu telefone, ameaçando divulgar as imagens se elas o denunciassem.

O medo do escândalo e da desonra em uma sociedade muito conservadora fez com que a maioria das vítimas preferisse guardar silêncio, o que permitiu ao agressor agir impunemente durante muito tempo.

O acusado escolhia suas vítimas na cidade de Agadir e nos seus arredores, e cometia os abusos em um local próximo à cidade de Ait Melul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos