Secretário da OEA proclama "fim da democracia" na Venezuela

Washington, 22 ago (EFE).- O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, proclamou nesta segunda-feira o "fim da democracia" na Venezuela, cujo governo classificou de "regime", além de ter chamado a situação que impera no país de "tirania".

Em carta dirigida ao opositor Leopoldo López, cuja condenação a 14 anos de prisão foi ratificada pela Justiça recentemente, Almagro disse que "não há hoje na Venezuela nenhuma liberdade fundamental nem nenhum direito civil ou político".

"Se ultrapassou um nível que significa que é o fim da democracia. A comunidade internacional é clara ao pedir não mais tirania no céu. Um céu que já não existe", afirmou Almagro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos