Tempestade Fiona se transforma em depressão tropical em avanço às Bermudas

Miami, 22 ago (EFE).- A tempestade Fiona foi rebaixada para a categoria de depressão tropical, com ventos máximos constantes de 55km/h, em seu avanço pelas águas do Oceano Atlântico em direção ao arquipélago das Bermudas, informou nesta segunda-feira o Centro Nacional de Furacões (NHC, sigla em inglês) dos Estados Unidos.

O NHC indicou em seu boletim mais recente que Fiona, a sexta tempestade tropical da temporada de furacões no Atlântico, se encontra 845 quilômetros a nordeste das Ilhas de Sotavento, em Cabo Verde, e 1.080 quilômetros a sudeste das Bermudas.

Fiona se desloca com rapidez em direção ao noroeste com uma velocidade de translação de 30 km/h e, segundo a provável trajetória, continuará esse rumo nas próximas 48 horas, para se situar na próxima sexta-feira a oeste das Bermudas.

Os especialistas do NHC, cuja sede fica em Miami, informaram que Fiona "poderia se transformar em um remanescente pós-tropical de baixa pressão nas próximas 48 horas".

Os EUA preveem que a temporada de ciclones no Atlântico, que se encerra em 30 de novembro, será provavelmente a mais ativa desde 2012, com a formação de 12 a 17 tempestades, das quais entre cinco e oito podem se tornar furacões, entre eles dois e quatro de categoria maior.

Até o momento, foram registradas seis tempestades tropicais na atual temporada de ciclones, das quais duas se transformaram em furacões, Alex e Earl, e este último causou pelo menos 54 mortes no México.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos