Paraguai indicia brasileiro e libanês detidos com 510 quilos de cocaína

Assunção, 23 ago (EFE).- O Ministério Público do Paraguai informou nesta terça-feira que a promotoria do país indiciou e solicitou a prisão preventiva de um libanês e de um brasileiro que foram detidos com 510 kg de cocaína no aeroporto de Ciudad del Este, a segunda maior cidade do Paraguai.

O órgão judicial paraguaio informou que os dois foram detidos no dia 19 de agosto após serem pegos com cocaína no aeroporto. A droga estava escondida dentro de vários rolos de filme transparente distribuídos em 27 caixas.

Segundo as autoridades, a carga havia sido registrada no nome da empresa Import-Export Cristal de Esteño S.A. e teria como destino a cidade de Istambul, na Turquia.

Os detidos foram indiciados por posse de entorpecentes, entre outras acusações, e estão detidos na base regional da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) em Ciudad del Este, a divisão responsável pela detenção.

O Paraguai se transformou em rota de passagem de pasta base boliviana e de produtos químicos usados para refinar cocaína e outras drogas sintéticas destinadas aos mercados de Brasil e Europa, segundo a Senad.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos