Renzi diz que ao menos 120 pessoas morreram em terremoto no centro da Itália

Roma, 24 ago (EFE).- O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, disse nesta quarta-feira que são "ao menos 120 mortos" e 368 feridos após o terremoto que sacudiu vários vilarejos do centro do país durante a madrugada.

"Itália é hoje uma família machucada, mas que não se rende", disse Renzi, durante um pronunciamento em Rieti, para onde viajou para acompanhar a situação de emergência, na qual detalhou que esses números se referiam às vítimas das localidades de Amatrice e Accumoli.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos