Atentado em área de guerrilha mata 8 militares no norte do Paraguai

(Atualiza número de mortos).

Assunção, 27 ago (EFE).- O número de militares mortos neste sábado em um atentado no norte do Paraguai subiu para oito, informou à Agência Efe o procurador Federico Delfino, um dos encarregados de investigar o ataque, ocorrido em uma das áreas onde opera a guerrilha Exército do Povo Paraguaio (EPP).

Todos os mortos integravam uma patrulha da Força de Tarefa Conjunta (FTC), contingente de militares e policiais criado pelo governo para combater o EPP, acrescentou o procurador.

A patrulha realizava tarefas de controle em uma trilha na qual havia sido instalada uma bomba, que foi detonada durante a passagem de seu veículo.

O porta-voz da FTC explicou que, além da explosão da bomba, também se registraram vários disparos contra o veículo no qual se deslocava a patrulha militar.

Pereira acrescentou que não se descarta que haja mais vítimas e disse que um comunicado oficial a respeito do ataque ainda será emitido.

Por sua vez, o procurador-geral do Estado, Javier Díaz Verón, que formou uma equipe de promotores para investigar o ataque, declarou que o atentado "enluta o país" e declarou confiar que a FTC possa "encontrar os delinquentes" que causaram o incidente, segundo um comunicado da procuradoria.

O governo paraguaio atribui ao EPP meia centena de assassinatos e vários sequestros desde sua fundação em 2008.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos