Alan Marques/Folhapress

Processo de impeachment

Temer diz que não acompanhou pronunciamento de defesa de Dilma no Senado

De Brasília

  • Beto Barata/Presidência da República

    Temer recebeu no Palácio do Planato cerca de 50 atletas que participaram dos Jogos Olímpicos do Rio

    Temer recebeu no Palácio do Planato cerca de 50 atletas que participaram dos Jogos Olímpicos do Rio

O presidente interino, Michel Temer, admitiu a jornalistas nesta segunda-feira que não acompanhou o pronunciamento de defesa de Dilma Rousseff, presidente afastada, no Senado Federal, que é parte do processo de impeachment.

Temer garantiu, no entanto, que acompanha todo o processo com "absoluta tranquilidade".

"Sou obediente com as instituições", disse o presidente interino, que hoje recebeu no Palácio do Planalto cerca de 50 atletas que participaram dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Segundo Temer, hoje ele não teve "tempo" de ouvir as alegações da presidente eleita, já que estava "trabalhando" durante todo o dia, mas deixou claro que aguarda a conclusão do processo de afastamento.

"Espero que o Senado decida em breve", afirmou.

No plenário, diante dos 81 senadores, dirigidos pelo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, que atua como fiador constitucional do processo, Dilma reiterou sua inocência e afirmou que não se deve esperar dela "o obsequioso silêncio" frente "aos covardes que pretendem atentar com o Estado de Direito".

"Estamos a um passo da consumação de uma grave ruptura institucional, de concretizar um verdadeiro golpe de Estado", declarou.

Análise: Discurso de Dilma é reconhecimento da derrota

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos