Atentado contra embaixada chinesa no Quirguistão deixa 3 feridos

Moscou, 30 ago (EFE).- Pelo menos três pessoas ficaram feridas nesta terça-feira em um ataque suicida contra a embaixada da China em Bisqueque, a capital do Quirguistão, onde o terrorista acabou morto, informou o vice-primeiro-ministro do país, Zhenish Razakov.

"O homem-bomba dirigia um carro e os três feridos são cidadãos quirguizes", disse Razakov, citado pela agência russa "Interfax".

Segundo veículos de imprensa locais, o terrorista jogou o veículo contra a porta de acesso da embaixada chinesa.

Fontes médicas afirmaram que os três feridos, todos eles funcionários da embaixada, foram hospitalizados.

Até agora, as autoridades quirguizes não anteciparam nenhuma versão sobre os possíveis motivos do atentado.

A polícia e o Comitê de Segurança Nacional do Quirguistão tentam identificar o nome do terrorista e do proprietário do veículo utilizado no ataque.

O Quirguistão, com uma população de aproximadamente de 6 milhões de habitantes, é uma antiga república soviética na Ásia Central e faz fronteira com a China, Cazaquistão, Tajiquistão e Uzbequistão. EFE

bsi/phg

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos