Morre outra vítima do ataque com arma branca em trem na Suíça

Genebra, 31 ago (EFE).- Outra vítima do ataque a um trem na Suíça em 13 de agosto morreu em consequência dos ferimentos sofridos, por isso que aumenta o número de mortos sobre para dois.

Trata-se de uma jovem de 17 anos que estava entre a vida e a morte desde o incidente, e que morreu no hospital, segundo informou hoje a Polícia cantonal.

Com esta são duas as vítimas mortais do ataque, além do agressor.

Uma menina de seis anos é a única ferida que permanece hospitalizada, mas sua vida não corre perigo.

Em 13 de agosto, um suíço de 27 anos jogou um líquido inflamável dentro do vagão e se ateou fogo, deixando seis feridos.

O homem, que atacou com uma faca algumas das vítimas, morreu como consequência das queimaduras que sofreu.

Uma mulher de 34 anos que também sofreu graves queimaduras foi a primeira vítima mortal deste ataque.

Os motivos do ato ainda não foram esclarecidos, mas a polícia excluiu terrorismo.

O trem incendiado circulava em São Gallen, perto da fronteira da Suíça com Liechtenstein.

A decisão do motorista de deter o trem na estação mais próxima após o alarme contra incêndios ter acendido permitiu que as equipes de socorro interviessem rapidamente e que não houvesse mais vítimas. EFE

mh/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos