Governo italiano nomeia delegado para cuidar da reconstrução após terremoto

Roma, 1 set (EFE).- O Conselho de Ministros da Itália aprovou nesta quinta-feira a nomeação de Basco Errani, ex-presidente da região de Emilia Romagna, como delegado extraordinário para tramitar a reconstrução das zonas afetadas pelo devastador terremoto de 24 de agosto.

A função deste delegado, figura que na Itália é conhecida como "comissário extraordinário", será se coordenar com as administrações estatais, presidentes das regiões afetadas e os prefeitos para falar de programas e recursos necessários para a reconstrução.

Além disso, deverá estar em próximo contato com a Autoridade Nacional Anticorrupção, para evitar possíveis casos de desvio, corrupção ou inclusive infiltrações mafiosas na concessão dos contratos públicos.

O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, explicou hoje em entrevista que Errani foi eleito por ter experiência na gestão do terremoto que afetou a região de Emilia Romagna em 2012 e "onde se trabalhou muito bem em reconstrução".

Errani já está trabalhando e participa da reunião que realizam hoje os dirigentes das regiões afetadas pelo terremoto.

Segundo o comunicado do Conselho de Ministros, o delegado extraordinário informará sobre seu trabalho só a Renzi, que já anunciou há poucos dias que cada euro gasto na reconstrução será controlado.

Renzi destacou a necessidade de controles e transparência depois das irregularidades e casos de corrupção e infiltrações do crime organizado na reconstrução após o terremoto de L'Aquila de 6 de abril de 2009.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos