Peña Nieto diz que reunião com Trump foi para encarar a "ameaça ao México"

México, 31 ago (EFE).- O presidente do México, Enrique Peña Nieto, justificou nesta quarta-feira ter recebido o candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, mostrando a necessidade de "enfrentar a ameaça e o risco que há sobre nosso país".

"Como presidente da República tenho uma única responsabilidade, que é cuidar aos mexicanos e zelar pelo México", declarou Peña Nieto, em entrevista para a emissora de TV "Televisa".

Ele acrescentou que "hoje, como talvez não tivesse acontecido em nenhum outro momento da história da campanha eleitoral dos EUA, o México é parte do debate e houve posicionamentos que francamente representam uma ameaça e um risco para o México".

Questionado se Trump respresenta uma ameaça para o país, Peña Nieto replicou: "Alguns dos posicionamentos que fez, representam uma ameaça para o futuro do México".

Como contribuir para que tal ameaça não se concretize, foi feito o convite ao candidato do Partido Republicano, quem durante sua campanha emitiu declarações depreciativas em direção ao México e aos imigrantes mexicanos, explicou o presidente, dizendo estar tentando "um primeiro espaço de diálogo".

"Eu acredito que o diálogo é o caminho para encontrar o entendimento, chegar a um acordo. Devemos reconhecer que qualquer um dos dois candidatos podem se torna presidente dos Estados Unidos", disse, também lembrando da candidata democrata, Hillary Clinton.

Ele afirmou que durante seu encontro privado com Donald Trump foi "enfático em apontar que o México de nenhuma maneira pagaria o muro" na fronteira que o candidato prometeu construir se chega à Casa Branca.

Questionado por que não disse isso durante a entrevista coletiva concedida ao lado de Trump, este afirmou que não se tinha discutido quem pagaria o muro. Peña Nieto afirmou que "não ocorreu porque na entrevista aconteceu uma pequena confusão no final, mas fui muito claro com ele durante a reunião privada".

Também afirmou que espera em algum momento se reunir com Hillary Clinton, que também foi convidada, mas ainda não respondeu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos