Portugal reitera vontade de seguir "aprofundando relações" com o Brasil

Lisboa, 1 set (EFE).- O governo português manifestou nesta quinta-feira a vontade de continuar "aprofundando relações bilaterais" com o Brasil após a destituição na quarta-feira de Dilma Rousseff à frente da presidência do país e sua substituição por Michel Temer.

Através do Ministério das Relações Exteriores, o Executivo luso ressaltou em comunicado que essa disposição nasce "desde o momento da posse do presidente Michel Temer", que jurou o cargo na quarta-feira embora já governasse de foram interina desde 12 de maio.

Além disso, o governo luso ressaltou que a próxima cúpula bilateral, que será realizada "em breve" em Brasília, será "um marco importante nesta relação tão especial" que permitirá "avançar nas relações bilaterais e trabalhar em conjunto" para "reforçar" a comunidade de países de língua portuguesa.

O Senado destituiu Dilma do poder, acusada de diversas irregularidades fiscais, por 61 votos a favor e 20 contra, em um julgamento político instaurado em 12 de maio.

Desde então, Dilma permanecia suspensa temporariamente de suas funções, que finalmente foram assumidas por Temer.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos