China espera que encontro entre Xi Jinping e Obama "colha bons resultados"

Pequim, 2 set (EFE).- O governo da China espera que o encontro entre o presidente e seu colega americano, Barack Obama, previsto para o sábado, na véspera da cúpula do G20 em Hangzhou, "colha bons resultados".

Zhu Guangyao, vice-ministro de Finanças da China, afirmou em entrevista coletiva que o país espera obter bons resultados tanto na cooperação bilateral como na coordenação de assuntos multilaterais do encontro entre os presidentes e da participação conjunta na cúpula do G20 (4 e 5 de setembro).

"Xi Jinping atribui grande importância aos laços econômicos entre China e Estados Unidos, e as duas economias estão agora intimamente interligadas", afirmou Zhu Guangyao, segundo publicação da agência oficial "Xinhua".

O vice-ministro disse que durante uma reunião com Obama este ano, Xi Jinping enfatizou a importância que as primeiras economias mundiais terem suas relações sob os princípios de "nenhum conflito, nenhum confronto, respeito e lucro mútuos".

Amanhã será a oitava vez que os presidentes se veem, e a quarta vez que realizam uma reunião bilateral oficial desde seu primeiro encontro, na Califórnia, em 2013.

No plano econômico, os países negociam há anos um tratado de investimento bilateral (BIT), enquanto o comércio bilateral atingiu, em 2015, US$ 558,400 bilhões, cerca de 0,6% acima do ano anterior, segundo números do Ministério de Comércio chinês.

Do lado político, os dois líderes devem discutir sobre a ameaça nuclear norte-coreana, as tensões no mar da China Meridional, a guerra síria, as renovadas tensões entre Rússia e Ucrânia e o acordo nuclear com o Irã, entre outros temas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos