Mais de 300 civis são evacuados a refúgios ao oeste de Damasco

Cairo, 2 set (EFE).- Mais de 300 civis, na maioria crianças e mulheres, foram evacuados da cidade síria de Maadamiyet al-Sham em direção a refúgios na periferia ocidental de Damasco, informou nesta sexta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Vários ônibus e ambulâncias entraram na cidade sob supervisão do Crescente Vermelho Síria para transferir os civis, entre os quais há doentes.

Os ônibus se dirigirão rumo aos centros de refúgio nas zonas de Al Kesua e Haryala, nos arredores do oeste de Damasco, depois que centenas de famílias foram transferidas à mesma zona entre 26 e 27 de agosto procedentes da população de Daraya.

Também está prevista a evacuação de um grupo de combatentes e seus parentes à província de Idlib, em cumprimento do acordo alcançado entre o regime e os grupos armados de Daraya.

O acordo que foi fechado em 25 de agosto entre os rebeldes e as forças do regime de Assad incluía a entrega do armamento pesado e médio, e a possibilidade de deixar a cidade com o compromisso de que o governo não fará represálias contra eles.

Segundo a ONG, Daraya ficou totalmente vazia, depois da evacuação, em 27 de agosto, de pelo menos 3,2 mil civis e 800 rebeldes que resistiam aos contínuos ataques das forças armadas leais ao presidente sírio, Bashar al-Assad.

Daraya esteve sitiada pelo governo desde 2012 e bombardeada quase diariamente pelo regime desde junho.

Sua importância estratégica está em sua proximidade ao aeroporto militar de Mezze, assim como à rodovia que une a capital síria com o Líbano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos