Segundo atentado do dia no Paquistão deixa 11 mortos e 40 feridos

Islamabad, 2 set (EFE).- Pelo menos 11 pessoas morreram e 40 ficaram feridas nesta sexta-feira em um ataque suicida contra um tribunal de Khyber Pakhtunkhwa, no noroeste do Paquistão - o segundo do dia -, após o atentado a um bairro cristão que causou cinco mortes.

Um homem-bomba explodiu os artefatos por volta das 9h30 (hora local) na entrada de um tribunal da cidade de Mardan, na província de Khyber Pakhtunkhwa, informou à Agência Efe um porta-voz dos serviços de resgate da cidade, Haris Habib.

O suicida lançou uma granada contra os policiais que estavam na entrada do tribunal e depois tentou entrar no edifício sem sucesso, já que foi atingido por disparos. No entanto, ele conseguiu explodir as bombas que carregava, afirmou à Efe um porta-voz policial da cidade, Faisal Shehzad.

Este foi o segundo atentado do dia nesta região do Paquistão, após o ataque a um bairro cristão em Peshawar, capital de Khyber Pakhtunkhwa, onde morreram cinco pessoas: os quatro agressores e um civil.

O ataque contra o bairro cristão começou por volta das 6h (hora local), quando o grupo de insurgentes com coletes explosivos entrou na região, lançou duas granadas contra uma igreja e iniciou um confronto com a polícia e o Exército, que durou mais de uma hora, informou à Efe o porta-voz da polícia de Peshawar, Mohammed Usman.

O grupo talibã Jamaat-ul-Ahrar (JuA), responsável pelos últimos grandes atentados no país, reivindicou os dois ataques, segundo os veículos de imprensa locais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos