Inundações causadas pelo Lionrock deixam 15 desaparecidos na Coreia do Norte

Seul, 3 set (EFE).- As graves inundações causadas na Coreia do Norte pela passagem do tufão Lionrock deixaram pelo menos 15 pessoas desaparecidas e dezenas de milhares de desabrigados, segundo informaram neste sábado os veículos de imprensa estatais.

A combinação do tufão com a baixa pressão atmosférica na região norte da fronteira com a Rússia e China, causaram fortes chuvas de até 320 milímetros por hora e fortes ventos nos últimos dias, explicou a agência "KCNA".

A província de Hamgyong foi uma das mais atingidas, onde várias localidades ficaram parcial ou totalmente inundadas pelo transbordamento do Rio Tumen.

Na cidade de Hoeryong foi registrado o desaparecimento de 15 pessoas, enquanto outras 44 mil estão desabrigadas em Hamgyong depois que cerca de 17.180 casas foram danificadas pelas inundações, segundo a "KCNA".

Além disso, a agência de notícias sul-coreana "Yonhap" afirmou que pelo menos 34 pessoas teriam morrido no desabamento de um prédio de cinco andares em Hamgyong devido às fortes chuvas, embora este fato tenha sido divulgado pelos veículos de imprensa oficiais de Pyongyang.

A Coreia do Norte continua avaliando os danos causados pelo fenômeno meteorológico e tomará as medidas necessárias para atender os desabrigados, acrescentou a "KCNA".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos