Milhares de curdos protestam contra Erdogan em Colônia

Berlim, 3 set (EFE).- Milhares de cidadãos de origem curda protestaram em Colônia, no oeste da Alemanha, neste sábado contra o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, vigiados por mil policiais para evitar confrontos com nacionalistas turcos.

Na manifestação, de caráter eminentemente festivo e que contou com cerca de 30 mil pessoas, segundo a imprensa local, foram mostradas várias bandeiras com o rosto do preso Abdullah Öcalan, fundador e líder do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), catalogado como grupo terrorista pela União Europeia (UE) e pelos Estados Unidos.

Sob o lema "Contra a ditadura e pela igualdade de tratamento", o protesto foi realizado no mesmo lugar em que, no dia 31 de julho, cerca de 40 mil pessoas de origem turca se encontraram para expressar apoio a Erdogan após o fracassado golpe de Estado na Turquia.

A concentração de hoje tinha sido convocada pela organização Nav-Dem, considerada pelos serviços secretos alemães como próxima ao PKK, e contou com a participação de Selahattin Demirtas, líder do partido esquerdista e pró-curdo HDP, quarta força no parlamento turco.

Em comunicado, a Nav-Dem, que pede a resolução do conflito curdo por meios "pacíficos e democráticos" e defende Öcalan como interlocutora perante Ancara, tinha encorajado os milhares de curdos residentes na Alemanha a comparecerem a Colônia para protestar contra o proceder "ditatorial" de Erdogan após o fracassado golpe de Estado e contra os ataques às milícias curdas na Síria.

Na concentração foram ouvidos gritos a favor da liberdade de Öcalan, preso na Turquia desde 1999 após ser condenado à pena de morte e depois ter a sentença alterada para a prisão perpétua.

O presidente da polícia de Colônia, Jürgen Mathies, tinha convocado aos participantes a protestar e expressar suas opiniões de forma pacífica e pediu que evitassem qualquer tipo de provocação. EFE

nl/vnm

(foto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos