Morre o empresário Carlos Bulgheroni, um dos homens mais ricos da Argentina

Buenos Aires, 3 set (EFE).- O empresário argentino Carlos Bulgheroni, um dos donos da companhia petrolífera Pan American Energy (PAE) e considerado um dos homens mais ricos de seu país, morreu neste sábado, aos 71 anos, nos Estados Unidos.

Carlos Bulgheroni morreu na madrugada de hoje nos Estados Unidos, "onde estava internado por causa de uma intervenção cirúrgica realizada em junho", segundo informaram as empresas PAE, Bridas e Axion em comunicado divulgado pela agência estatal "Télam".

Considerado dono de uma das maiores fortunas da Argentina, Carlos Bulgheroni era presidente da PAE, a maior produtora de hidrocarbonetos de capital privado da Argentina e só superada em dimensão pela companhia petrolífera YPF, que é controlada pelo Estado.

A base do negócio familiar é a companhia Bridas, que iniciou suas atividades como fornecedora para a indústria petrolífera e depois passou a explorar os hidrocarbonetos.

A Brida depois se associou à americana Amoco para a criação da PAE, que mais tarde passaria a fazer parte da British Petroleum (BP).

Em 2010, a família Bulgheroni se associou à chinesa CNOC ao vender-lhe 50% de suas ações na Bridas, uma sociedade que depois comprou da BP sua parte na PAE.

Em 2012, Bridas e CNOC compraram os ativos que a ExxonMobil tinha na Argentina sob a marca Esso, o que fez com que os Bulgheroni e seu sócio chinês ingressassem no negócio de refino e de venda de combustíveis com a rede de postos de gasolina da marca Axion.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos