Trump tenta conquistar voto da comunidade negra em igreja de Detroit

Washington, 3 set (EFE).- O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, tentou conquistar o voto dos negros neste sábado ao discursar diante de uma congregação cristã em Detroit, à qual, em tom humilde, disse que compareceu para "escutar e aprender".

Trump se apresentou aos fiéis do bispo Wayne Jackson, na igreja Great Faith Ministries International, para reconhecer que "entende" as queixas dos eleitores negros sobre discriminação e falta de oportunidades.

O candidato, que segue muito abaixo da rival democrata, Hillary Clinton, em intenções de voto entre minorias, afirmou que as igrejas das comunidades negras são "parte da consciência do país" e fundamentais no movimento dos direitos civis.

Trump prometeu perante os fiéis que sua presidência trará mais "união, coesão, paz e prosperidade", assim como "uma agenda de direitos civis para o nosso tempo". O magnata afirmou que "o país está muito dividido" e "o sistema político falhou".

"Os que buscam a presidência não fazem o suficiente para ir às comunidades e aprender. Eu estou aqui para aprender, de modo que possamos remediar a injustiça e regular a economia para que as comunidades negras se beneficiem economicamente com emprego e renda", apontou Trump.

Trump foi recebido na igreja cristã por dezenas de manifestantes, entre eles pastores negros que tacham Trump como racista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos