Votação em Hong Kong é concluída com participação de mais de 50% de eleitores

Hong Kong, 4 set (EFE).- Mais da metade do eleitorado de Hong Kong participou das eleições regionais deste domingo, que são cruciais para definir o futuro político dessa cidade chinesa e cujo resultado será conhecido na madrugada de segunda-feira (horário local).

Cerca de 2 milhões de cidadãos, o equivalente a 52% dos eleitores, tinham depositado seu voto uma hora antes do fechamento das urnas, segundo os últimos números oficiais, nesta que é considerada a eleição mais importante para Hong Kong desde que o território deixou de ser de domínio britânico em 1997 e a primeira após os grandes protestos de 2014, que pediam maior autonomia democrática.

Um recorde de 84 candidatos disputam 35 das 70 cadeiras que serão escolhidas através do voto popular, enquanto as restantes serão selecionadas por um grupo específico que representa 6% do eleitorado e que conta com grande influência do governo chinês.

A atual configuração do parlamento, composto por duas correntes políticas opostas, poderia ser alterada com a chegada de novas forças, que estrearam nesta campanha com posições mais radicais que vão desde exigir mais autonomia a defender a independência total de Hong Kong.

As forças de segurança puseram em alerta um contingente de 5 mil agentes devido a possíveis conflitos que poderiam surgir durante o longo dia de votação, mas o mesmo terminou sem que nenhum incidente fosse registrado.

Após a meia-noite deste domingo em Hong Kong (13h de Brasília), teve início a apuração dos votos, que provavelmente será concluída na madrugada da segunda-feira (horário local).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos