FMI pede que G20 impulsione crescimento econômico que "beneficie todos"

Hangzhou (China), 5 set (EFE).- A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, pediu nesta segunda-feira aos líderes do G20 que impulsionem o crescimento econômico de uma forma que "beneficie todos" para reduzir as desigualdades.

"Necessitamos de um maior crescimento, mas tem que ser mais equilibrado, mais sustentável e inclusivo para que beneficie todos", declarou Lagarde em comunicado emitido após o encerramento da cúpula de líderes do G20 realizada desde domingo em Hangzhou.

Os máximos responsáveis políticos das 20 principais economias desenvolvidas e emergentes acordaram um "Consenso de Hangzhou" que pede que utilize todas as ferramentas da política econômica -as medidas monetárias e fiscais e as reformas estruturais- para dinamizar o crescimento global.

O FMI alertou, em um relatório publicado na quinta-feira às vésperas da cúpula, da fraqueza do crescimento da economia global e das "dinâmicas negativas" que se preveem a longo prazo.

"Nos reunimos com um panorama global caracterizado por muitas mudanças econômicas e tecnológicas como cenário de fundo, e por um crescimento que foi baixo demais durante muito tempo e que beneficiou poucos", afirmou Lagarde.

Por isso, explicou a diretora-gerente do Fundo, a primeira prioridade do G20 é "um esforço coordenado por elevar o crescimento", mas a segunda é um "compromisso de que o crescimento deve ser partilhado mais amplamente".

A desigualdade foi um dos grandes problemas da economia mundial mencionados na declaração final da cúpula de Hangzhou, como também as barreiras do comércio internacional.

"Fazer retroceder o protecionismo e fazer avançar um comércio mais livre e mais justo é um componente vital desta agenda de crescimento", afirmou a máxima responsável do FMI.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos