Fracassam negociações entre EUA e Rússia para conseguir cessar-fogo na Síria

Hangzhou (China), 5 set (EFE).- As negociações entre Estados Unidos e Rússia para conseguir um cessar-fogo que permita a entrada de mais ajuda humanitária na Síria fracassaram nesta segunda-feira, em Hangzhou, na China, onde se reúnem as delegações dos dois países para a cúpula do G20.

Fontes diplomáticas anunciaram que não foi possível chegar a um acordo, depois que o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, se reuniu no domingo e hoje com o ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov. Os presidentes Barack Obama e Vladimir Putin, acabam de iniciar uma reunião em Hangzhou.

Parece frustrada, portanto, a possibilidade de que os dois países cheguem a um acordo antes que acabe a cúpula do G20, na China, depois de não conseguir em reuniões anteriores em Moscou, Washington e Genebra.

Kerry já advertiu ontem que, embora tenha havido progressos consideráveis em importantes questões técnicas nas conversas com Lavrov, ainda ficaram faltando pelo menos duas questões complexas que podem vir a concordar com um cessar-fogo.

Embora nenhuma das duas partes queira confirmar quais são esses empecilhos, o Departamento de Estado americano disse recentemente que só apoiará um cessar-fogo nacional entre o Exército de Bashar al Assad e os rebeldes, e não outro a curto prazo em alguns pontos do país.

Obama foi cauteloso e "cético" ontem sobre a possibilidade de chegar a um acordo em Hangzhou, com a Rússia como aliada do regime de Bashar al Assad e Washington do lado das forças da oposição.

Assim, o presidente americano reconheceu em entrevista coletiva no domingo as "profundas diferenças com os russos tanto nas partes que apoiamos, como no processo necessário para levar a paz a Síria", que em cinco anos de conflito deixou 250 mil mortos e mais de 4 milhões de refugiados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos