Série de atentados em áreas do regime e de curdos deixam 50 mortos na Síria

Damasco/Beirute, 5 set (EFE).- Várias explosões sacudiram nesta segunda-feira regiões sob o controle do governo da Síria e de curdos em diferentes cidades do país, deixando cerca de 50 mortos e dezenas de feridos, segundo dados da imprensa oficial e de ativistas.

O maior número de mortos foi registrado em Tartus, um dos redutos do regime no litoral mediterrâneo da Síria, onde 35 pessoas perderam suas vidas e dezenas ficaram feridas, disseram fontes oficiais.

A emissora oficial síria explicou que duas explosões, provocadas por um carro-bomba e um suicida com colete de explosivos, ocorreu na ponta Arzuna, na estrada que liga Tartus a Damasco, capital do país.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos elevou para 38 o número de mortos no duplo atentado e acrescentou que entre eles há 16 soldados das tropas governamentais. Segundo a ONG, o ataque teve como alvo um posto de controle do regime no sul da cidade.

Por outro lado, pelo menos oito pessoas morreram em um atentado realizado por um suicida com uma bicicleta na cidade de Al Hasakah, no nordeste da Síria, segundo a imprensa oficial e o Observatório.

O diretor do Observatório, Rami Abderrahman, explicou que o ataque foi registrado em uma área sob controle dos soldados curdos em Al Hasakah, que é dividida entre eles e o regime.

Outra cidade síria que foi alvo de um atentado foi Homs, na região central, onde quatro pessoas morreram após a detonação de um carro-bomba no bairro de Bab Tadmur, sob controle governamental, informou a agência oficial de notícias "Sana".

Nos arredores de Damasco, pelo menos três pessoas morreram após uma explosão de natureza desconhecida na região de Al Saburah, sob as mãos do governo de Bashar al Assad, disse o Observatório.

A "Sana" afirmou que se trata de uma "explosão terrorista" e que ocorreu na estrada que une Al Saburah e Al Baya.

O grupo Estado Islâmico (EI) assumiu a autoria dos ataque através da agência "Amaq, ligada aos radicais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos