Terremoto de 4,6 graus em Quito deixa 6 feridos e danifica vários edifícios

Quito, 4 set (EFE).- Seis pessoas sofreram ferimentos leves e 45 edifícios apresentam algum tipo de dano após o terremoto de magnitude 4,6 graus na escala aberta de Richter que atingiu Quito, capital do Equador, na noite de domingo, segundo informações divulgadas pelo prefeito da cidade, Mauricio Rodas.

Parte do teto da igreja de Chimbacalle ferindo três pessoas, outras duas foram por conta de vidros quebrados em um cibercafé na ferroviária e uma sofreu uma queda em Guamaní, todos bairros do sul de Quito.

Todas elas foram já atendidas em hospitais e se encontram "estáveis", acrescentou o prefeito, insistindo que as vítimas tiveram ferimentos leves.

O tremor ocorreu às 19h22 (hora local, 21h22 horário de Brasília) e seu epicentro se localizou cerca de 10 quilômetros da cidade, muito perto de Puembo, localizado em um dos vales que circundam a capital.

O Instituto Geofísico (IG) da Escola Politécnica Nacional informou que o movimento tectônico teve seu epicentro muito perto de uma área onde outro terremoto, de magnitude 4,7 graus ocorrido no dia 8 de agosto, deixou duas pessoas feridas e causou pequenos danos em alguns edifícios.

Nessa região está localizada uma falha geológica conhecida como Guambi, precisou a fonte, afirmando que nos últimos 15 dias aconteceram alguns tremores de menor magnitude.

O prefeito disse que o serviço de emergência recebeu relatos de danos em edificações, especialmente no sul da cidade, e que em 11 deles informaram a existência de rachaduras em paredes e tetos.

Por outro lado, Rodas afirmou que o serviço de energia elétrica suspenso em várias regiões de Quito, foi restabelecido totalmente.

Ele também relatou alguns deslizamentos de terra em uma avenida periférica, assim como em um complexo viário de passagem no centro da cidade, embora garanta que a mobilidade urbana não será afetada. EFE

fa/phg

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos